sábado, 4 de outubro de 2014

A Boa Moça - Gergette Heyer

Título: A Boa Moça
Autor:Georgette Heyer
Tradução:Sérgio Duarte
Páginas:288
Editora: Record


A boa moça



A boa moça com o visconde Ashley Desford, um homem que leva uma vida confortável e não tem desejo de se casar.

Em uma viajem que faz a casa de uma tia, ele é convidado a ir a um baile. Nesse baile, ao se afastar do salão onde estão os convidados, encontra, em um cômodo distante, uma moça chamada Cherry, escondida a observá-lo. Cherry surge timidamente, e ambos ficam a conversar, Desford despreocupadamente e ela com receio de ser pega pela tia.

Sem mais se lembrar do ocorrido, Desford, decide que já está na hora de voltar, no entanto, no meio do caminho, ele se depara com Cherry que parece estar querendo fugir de casa. Ele tenta convencê-la a voltar, mas Cherry está decidia a ir em busca de seu avô.

O moço acaba ajudando-a, levando-a para Londres, entretanto, quando chegam à mansão de seu avô, descobrem que ele não se encontra e pior… ninguém sabe de seu paradeiro.

O visconde acaba tendo que recorrer a uma velha amiga, com quem quase se casara, Henrietta Silverdale, que tenta fazer o máximo para ajudá-lo.

O Visconde passa a procurar o avô da jovem – que tem fama de ser carrancudo e sovina – por todos os lugares da Inglaterra, sem muito sucesso. É uma jornada longa em que além de ter que tentar encontrar o parente da jovem, ainda precisa zelar por suas reputações, para que não tenham ideias erradas sobre os dois.

Georgette Heyer é uma escritora maravilhosa e suas obras são comparadas as de Jane Austen.

Apesar de não ser o meu livro predileto da Georgette, essa obra é muito legal e tenho um apreço enorme por ela, pois foi meu primeiro contato com essa escritora. Se você busca romance meloso, certamente com a Georgette você não irá encontrar. Eu me arrisco a dizer que ela se encaixa num estilo mais aventureiro. Esse talvez seja um ponto negativo para alguns, porque uma de suas características, pelo menos dos livros que li até agora, é não se apegar ao casal principal. Ela explora todos os personagens. Por esse motivo ela entrou na minha lista de autoras preferidas

Nenhum comentário:

Postar um comentário